Meu retorno ao trabalho pós licença maternidade

Imagem

Ontem foi meu primeiro dia de trabalho depois da licença maternidade. Eu fiquei apreensiva, ansiosa e meu domingo à noite foi aqueles de depressão pré segunda-feira. Quase não dormi direito repassando em minha mente como seria este dia.

Parece que começou a cair a ficha, meus dias inteiros com o Rafa agora se restringem aos sábados, domingos e feriados – e só. Começou a me dar um nó na garganta e aquela avalanche de culpa. Mas eu já tinha tomado a minha decisão e segunda-feira eu voltaria a minha rotina de cinco meses antes.

Depois de deixar o Rafa com a minha mãe e de coração partido, cheguei ao trabalho. Fui muito bem recebida por todos, com muito carinho e compreensão. Isso tornou minha culpa mais leve. Afinal, amo o que faço e as pessoas que trabalham comigo são muito legais. Gosto do sentimento de ‘ser útil’ a todos e ouvir o quanto eu fiz falta a eles.

Algo estranho que percebi neste primeiro dia foi de como eu havia esquecido de tudo aquilo! Esqueci de senhas de acessos, nomes de projetos, de pessoas… parecia que eu tinha ficado anos fora! Quase não conseguia me lembrar de tarefas que eram muito triviais. Meu editor se preparou, leu um material sobre o assunto e disse que é normal e esta fase de readaptação leva algumas semanas.

No meu mundo perfeito eu ficaria com o Rafa até ele completar um ano e depois voltaria a trabalhar. Mas no meu mundo real eu e o meu marido temos contas para pagar! Quem sabe daqui a alguns anos quando a prestação do apartamento estiver menor eu consiga ficar em casa com o Rafa e seus irmãozinhos! Por enquanto, vou aproveitando a energia e disposição dos meus 26 anos para trabalhar, cuidar do Rafa, da casa, do marido, das contas, dos freelas, do chamado da Igreja, do cabelo, do corpinho e etc.

No fundo, eu amo ter uma vida bem agitada e descobri essa semana outra coisa apaixonante: chegar em casa ganhar um beijo babado e um abraço do filhão louco para mamar!

Enfim, como já ouvi muitas vezes “faça sua escolha e ame sua escolha”!

Segue alguns materiais que me ajudaram a me sentir menos culpada com o retorno ao trabalho:

Vídeo Jornalista, mãe e mórmon

Mãe: uma parceria eterna com Deus – Jeffrey R. Holland

Anúncios

Um comentário sobre “Meu retorno ao trabalho pós licença maternidade

  1. Se mulheres em geral sentem culpa, mães SUD sentem culpa em dobro.
    que benção ter sua mãe…é como deixar o coração em outro coração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s